Vida e sangue

terça-feira, 14 de novembro de 2017



A minha luta
Reluta em
Permanecer.
E a escolha
De decidir,
Sempre,
Em vencer!

A cruz do compromisso



         A
         N
  J     E  S  U S
         D
         Y

Incerteza



A certeza de dentro
adoeceu.
Amanheceu com gosto de cinza.
Ranzinza a alma
reclama as perdas e as ausências.
Que são ciências
da dúvida.
E você duvida do outro dia.
Que passou ou que virá?
Incerteza.

Inversp



Por que inverso é o contrário?
E se eu quiser que seja (in) verso?
Dentro do verso que lhe canto?
Tenho para mim que poderia ser, também,
O verso de dentro.
A intrínseca poesia contínua. Em andamento na alma.

Reversp



Nova conotação.
A licença poética me assegura:
O reverso é o verso repetido.
Ou a sua reversão.
Reverso...é rever o verso, criar transformações no verso.
Brincar de palavras é tão bom!

Suelen



Sul e norte te pertencem...
E suave, também começa em ti.
Quando evocamos o teu nome.
Ele, no centro do teu universo
Pronome que  substitui o nome precioso: JESUS. Ele é o teu amigo
Governo de tua felicidade!
(Essa é uma homenagem a um ser lindo e que não se percebe. Aluna do vesp.) carinho grande. Mas ela não sabe

Meninos



Os meninos me ensinam a contar o tempo.
Com suas transformações e gostos que se renovam e mudam com suas vozes que engrossam
Bigodes que nascem e barbas que crescem...em mim nascem certezas cada vez maiores: a vida passa!

Tecnologia do Blogger.
 
any, a poetisa © Copyright | Template By Mundo Blogger |