Nascer de novo

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Não se pode voltar atrás
o tempo. Mas se pode recomeçar
todos os dias!
Que tal recomeçarmos do zero?
Eu conheço um Deus, único
que sabe multiplicar zeros
como ninguém!
E produzir transformações
fantásticas! Ele, sim,
faz nascer de novo!

Descobrindo

Ando percebendo que
todo poeta tem alma
solitária. E a solidão
tem sua parte legal!
Ela nos leva além!
Em mim, faz correr aos
 braços de Deus! Aí
descubro um pai que
ensina-me a conversa,
que versa os meus
poemas e me abraça!
Ando descobrindo
como É Deus.
O grande Eu Sou!

Quero ser

Quero ser como perfume
exalando seu cheiro...
ser o reflexo da luz
que te irradia,
ser a tua voz, colhendo
raças, línguas, nações!
Pescadora de almas!
Eu disse, quero ser.
Mas eu não sei!
Ensina-me a adorar.

Fim de ano

Ao final de todo ano...
uma sensação sem nome
invade a alma.
Às vezes penso que é fome!
Mas aí, dançam tantos nomes
que não sei. Perdida fico.
É saudade? Só sei que
é como uma necessidade
de encontrar, procurar,
agarrar, não deixar ir...
um vazio. E grito um silêncio
que ninguém escuta.
Senão o desejo de comungar
agora, a palavra esperança.
Outro ano chegará! E as
palavras dançarão de novo
em meu coração.
Vem comigo, irmão!
Vai ter colheita!

A dor da ausência

A dor da ausência,
é dor presente!

Um plágio necessário

O poeta tinha razão:
navegar é preciso!
Viver, não.

Natal

Hoje é natal, Senhor.
E minha poesia contsta
de tais palavras somente:
Gratidão,
Celebração,
Comunhão!
Obrigada por vir habitar
entre nós! Colocar-se
em nosso lugar.
Viva o grande Rei!
E que reines sobre nós
na comunhão viva
do dia à dia.
Na caminhada...de sempre!

Certezas

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Você ainda verá:
Minha felicidade.
vai doer.
Em você!

Que cor?

Houve um tempo
Que o branco
foi a cor escolhida.
Acho que porque
lembrava-me  a
certeza, a simplicidade.
Depois esta cor foi
substituida pelo preto.
Por que?
Acho que é porque
não consegui soltar
da minha gaiola, as
dores.
E os odores de minha vida!

Gabriela

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Vou brincar de derivar
do teu nome:
Encontro o verbo rir
e o verbo ler.
E flexionado no tempo
pretérito do indicativo
"abri", que traduzo como
aberto,  teu caminho
de felicidade!
Ela, a felicidade
marca-te na vida
e no universo.
Eis o meu verso de
presente,  para você!
Carinho.



O outro lado

Garanto que é amor
desamado.
E que desarmada
amei
Restou o perdão.
Então te absolvo

Mãos

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Queria que na viagem,
me levasses pela mão.
Era só isso:
Comunhão,
Com as mãos!

Constatação científica

É simples,
científico;
Você não está
mais comigo!
Mas existo!

Acidente

Ele nem percebe
que sua presença
causa em mim
um impacto diante
da verdade.
Eis o acidente:
AUSÊNCIA!

Lembranças?

Nunca dancei na chuva.
E cá me arrependo.
Queria ter aproveitado mais.
Tomei banho de chuveiro.
Não é o mesmo.
Não fizemos piquinique
mas fomos ao jorro.
E completamos o contraste
de nós: Eu, sempre disposta
a te acompanhar.
Você, nem pensar em ser
visto comigo.
Pena, perceber o quanto
sem valor te sou.
E entre todas, tento guardar
as poucas e boas lembranças.

Contraste

Escrevi vários versos
que te versaram
ou versaram sobre
quem eras, no início.
Você pode conferir.
A porta está aberta.
Os versos continuam cá dentro.
E tenho tentado conservar
a imagem do bem.
Mas o coração está fechado
para o você, de hoje.

Artefícios

Que triste,
que vago,
que difícil!
Que desperdício
de tempo e de vida!
Quando te olho
percebo.
Jogaste tudo fora.
E eu sigo
superando a solidão...

Cons ciência Negra

O que precisamos
é de ciência.
Com ciência, abrimos os olhos
e vemos o arco-íris humano.
Gente tem que ser
de toda cor.
E o negro é a cor mais bela
da pátria. É a que melhor
combina com a ciência
do país. Não que as outras cores
não sejam tão importante quanto
ela. Mas sem o negro,
a aquarela não estaria completa.
Cons ciência negra...
ponto de partida
para um amor nacional!
"Viva o povo brasileiro".

Feliz passeio!

Estou indo.
Cansei de mendigar
amor.
As pisaduras feriram
o meu colo.
E o meu coração.
Melhor assim!

A fé

Como assim?
Por que?
Foi por isso?
Ah...então vou
te dizer porque
existem jardins
em meu coração.
E eles florescem.
É fé.
É relação com Deus!

Coloridas asas

Pássaros e anjos
têm asas.
Algumas são coloridas.
Eu voo com a mente
e você desmente
a certeza da liberdade!

Garantindo o futuro

Tenho projetos
sonho a vida.
Uma hora hei
de aprender
a viver!

Ressurreição

sábado, 24 de outubro de 2015

Revivi.
Aos dissabores
Aos desamores
Aos des.
Hoje sou outra.
Sou eu mesma.
E meu id
é o desejo
de ser apenas.
Nada mais
além de viver
e reviver!

sábado, 5 de setembro de 2015

Liberdade

Até hoje tenho visto dores e servidão.  E a morte. E a liberdade, onde está ?
Nação!  Tens noção de quantos sonhos brasileiros se perderam em tuas matas virginais e "em teus mais lindos campos" ?
Em teu seio, os mais amores se findaram.
Flores que se murcharam e muitos cidadãos descobriram que a idolatria é pecado.
Ainda cantamos salve salve ! Porque a nossa esperança ainda é verde.
Nosso céu ainda é mais azul. E o progresso e a ordem continuam se negando a calar. Somos fortes e não desistiremos da nossa liberdade,  conquistada a braços fortes.
Construímos todos os dias essa pátria Brasil
E mais que outras mil, te amamos. E continuaremos a clamar e a conclamar aos irmãos de toda terra:
Liberdade e vida! Eis por que lutaremos até o fim!
Feliz aniversário,  "Independência"!!?

Morro dos Lopes

domingo, 12 de julho de 2015

Morro de amores por você!
Já te escalei com amigos,
já fui fotografada em
teu cenário...e morro de
saudades de você!
Já não és mais o mesmo. Te
feriram, te despiram
infringiram tua lei.
E eu, eu morro. Morro
com a desesperança
de não deixá-lo de
herança, à minha segunda
geração. Eu morro de
ver morrer, o Morro dos Lopes!

Tanque Grande

Ele está no meu caminho
de todo dia.
e suas águas têm pra mim,
a beleza do Tâmisa e a
especialidade religiosa do
Nilo. És ponto turístico
de minha terra e aterras o
solo do meu coração...
fazendo com que o meu
recanto, seja o canto especial
que me abriga como o
refúgio singular dos que se
orgulham de sua terra natal!
TANQUE GRANDE!
grande, bem grande é a
dimensão, com que banhas
o meu coração...

Hino à Santaluz

segunda-feira, 6 de julho de 2015


À minha cidade santa,
Hoje ergo à minha voz.
Que solene se traduz
Na mão que escreve uma
Poesia de sangue...
Feita de coração. 
É o meu esconderijo
Além do tempo e da civilização,
Porque abriga o meu sonho...
Minha infância e paixão! 
Eu te amo, e a extensão desse
Amor, ultrapassa qualquer chão. 
Só cabe, bem o sabe, aqueles
Que te seguem:
 no coração e na alma. Esse é o teu lugar.
E no mapa desse canção, 
Hino teu. Homenagem dessa estação!
 Feliz aniversário!

Virgínia

sábado, 4 de julho de 2015



Teu nome deriva alguns outros... que podem  determinar muitas de tuas atitudes.
No inicio, o verbo vir
Te convida à felicidade:
Que te venha flores, que te venha sabores
Que te venham bonanças sem fim.
Do proprio vir, te impera a derivação do ir...que te ordena: ir em busca
Da tua paz, da tua fortuna, da tua alegria.
Ainda se deriva no teu nome, o verbo agir.
Que me diz da tua altivez e dinamismo.  Da tua força e coragem!
E vejo mais palavras que podem se derivar e serem evocadas cada vez que teu nome se pronunciar. Determinado os destinos propostos pelo teu criador.
Mas preferi os três verbos descritos pois inscritos estão no teu requerimento de felicidade. Parabéns!
Feliz aniversário, vizinha!

Glossário possessvo

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Palavras- Meu oxigênio

Silêncio- Meu grito de socorro

Verdade- Meu segredo

Casamento- meu fracasso

Filhos- Minha razão

Amor- minha doença


Saudade- Meu cronômetro


Adeus- Minha depressão

Felicidade- Minha fome!

Decreto

segunda-feira, 20 de abril de 2015



O meu coração,  no uso de suas atribuições,  resolve:
Art.1-que ninguém julgue meu irmão,  em tempo algum. Pois ele é integro e único.
Art.2-que o amor seja nao fingido, por todos de sua família.
Art.3-que ninguém tenha ato incoerente contra ele, em tempo algum. Pois será guardado do senhor e pelo senhor.
Art.4-que a vida de José carmo de Oliveira seja multiplicada em anos e bênçãos.  Que milagres lhe aconteçam e a felicidade seja pra sempre em sua vida!

Art.5- que a vida seja vivida pacientemente,  por dia. Assim, ao final de cada dia, o tempo tenha, como senhor da razão,  a melhor forma de recompensar cada ato seu. E a justiça te seja feita, como ação mais acertada.
Parágrafo único:  que a lei divina da vida te seja cumprida.  Que tenhas a capacidade de uma vida longa e saudável.  E os anos te rejuvenescam, pois como diz o poeta, com os anos ficamos mais novos!
Inciso ultimo: fica determinado que todos os teus aniversários sejam felizes. E garantido que em todos eles estarei orando. Mesmo naqueles em que não esteja presente. Ou esteja longe!
Te amo, te amo,  te amo!
Parabéns!

Palavras avulsas

quinta-feira, 2 de abril de 2015

A noite sempre me encontra.


O mistério me encanta.


A palavra se deriva de si mesma.


A terra é sem fim.


O céu é o lugar cobiçado.


Pai é um desafio.


Ser mãe é a minha aprendizagem mais difícil.


Quero ser o inversível, entender o incompreensível.

Teu chamado

domingo, 15 de março de 2015



Teu chamado tem sido
Voz de Deus aonde passas.
E depois ainda repassas
Na lembrança e corações
Daqueles gerados em teu
Rebanho. Ou rebanhos!
Porque pastoreias com a tua
Alma e com o coração do
Teu Rei. Parabéns!
Dezessete anos, são como
Gotas no oceano daquele
Que é dono do tempo e tem para ti uma infinidade de
Bênçãos e anos mais.
Teu ministério está marcado
Pelas marcas do Cristo,
E por isso , multiplicador. Sempre! Feliz aniversário
Nesse teu chamado
SINGULAR!

Identidade

sábado, 14 de março de 2015

Acho Itareru um nome bonito.
Acho também,  que ele me define,
Como toda terra natal. Mas é como
Se o tempo empobrecesse a imagem.
Tem ficado tão longe aquelas brincadeiras no quintal,
Onde o faz de conta é que era real.
O fazer de conta é agora.

Recomeço

Pareço viver um descomeco.
Ou será fim? Não sei. Mas creio
No verbo como núcleo de toda
sentença. A existência é sinônimo
Da ação.
Eu sou, porque Ele é!

conceito de amor

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Amor é mais ou menos isso:
Você encontra um olhar
E depois não tem como não ve.
A imagem mora contigo. É a
Fé no outro. O desejo do casamento
Entre as almas.
Nasce então a eternidade

Ser grata

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Quero contemplar o amanhã,
como o dia que eu esperava.
Como o sonho que sonhei
como a esperança alcançada.
Quero contemplar o amanhã,
como o hoje. Dia de presente.
E quero agradecer a Deus!

Espera

Sei que ele me espera.
Sei que está atento.
E quando eu não conseguir
chegar, ele me buscará para
casa. Eis a minha esperança!


Involuntária

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Sem querer as coisas acontecem,
comigo.Involuntariamente
a minha mente amontoa-se
de pensamentos que não
são meus! E eu chamo
a isso de luta, contra a fé!

Minha forma de dizer

Em silêncio outra vez.
É o meu grito de socorro.
É minha oração.
É minha forma de expressão,
diante do limite.
Em silêncio...minha forma
de dizer que amo!

Meus filhos e a miniha fé

Meus filhos, são marcas de
minhas reflexões a respeito
de Deus.
E sempre que os observo
penso nEle.No quanto
deve me amar, confiar em
mim. E me fazer capaz
de derivar dois seres
tão lindos!
Só Deus é capaz
de fazer milagres.

O outro dia

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Sempre se espera o outro dia.
E quando ele chega,
nem sempre é o dia que se
esperava.
Mas uma coisa sei:
este é o dia que o Senhor
nos deu. É presente.
Dádiva.
Por isso temos que vivê-lo,
como único. quem
garante, que o outro
dia, virá?

vontade, mesmo?

Pensando.
"E de pensar, existo."
E insisto em viver.
Ou resisto?
porque vontade, mesmo,
só sinto.
De fugir.

Vitória

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Teu aniversário foi esta semana.
O dia vinte e sete, mais precisamente.
E em minha mente, vejo claramente
um filme divino. Posso ver a mão
que te desenha , que te aperfeiçoa
e se afeiçoa ao coração do desenhista.
E teu sorriso contemplo todo dia
seguindo a mudança  que se processa.
Não cessas de reluzir a glória
do teu criador.É só dEle que me
lembro,quando te vejo.
É só ele, que em teu espelho,
deves contemplar!  Feliz aniversário
princesa!

Explicação

Em momentos como
agora, eu te encontro.
E não me espanto
de estares aqui.
Eu te chamei.
E supliquei que segurasses
a minha mão, para sarar
o medo, o enredo de minha
história. E me fazer crê
na vitória do final:
"E foram felizes para
sempre".
E agora que estás aqui
só sinto vontade de chorar.
E nada falo. Isso é normal?
Vale uma oração sem verbo?



Popular, eu?

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Nem sei se sou popular.
Às vezes, sim.
Mas há horas em que me
tranco por dentro e
guardo a chave.
Aí,vou andando pelas
ruas, sozinha, e me
aninho em  mim mesma
como agora, com medo
de me soltar e ficar à  mercê
dos seres humanos.
Isso é sofrer demais.
E acho que não sou
tão popular assim!

No espelho

Quero gostar da
mulher que vejo
no espelho.
Vou manter o cabelo
em dia com o corte,
hidratado, penteado.
Vou vestir a melhor roupa,
sempre que puder.
E vou manter o sorriso
que Deus me deu.
Vou ornamentar-me
de alegria.
Vou amar a mim mesma,
e com este milagre,
fazer a minha plástica!
A virtude será
meu melhor e favorito
adereço.

Planejamennto

Quero planejar
uma felicidade
futura, inquebrável
construída de fé e
amizade.
Desta que vou
tecendo, com os
nossos encontros.
Pai, quero viver
para te adorar
para estar contigo
todas as horas
de meus dias.
Vem para os encontros,
pai!
"Até que em mim,
se ache só a ti"!
E planejemos o
meu futuro.

Ciência

Eu te ajudo
e me ajudo.
E acudo
 a beneficência
com a certeza de
que é uma ciência
divina.
A ciência do
receber!
Eu ajudo. E mais
que ajudo,
preciso!

Batalhadora

De bom grado
trabalho com as mãos,
para suprir o meu lar
do que de mim precisam.
E vejo que o amor
é tecido com lã e linho,
e alinho meu tempo
de forma que os que
habitam meu lar, possam
desfrutar um pouquinho
de mim.
E saibam que luto
por eles.

Mulher V

V de vitória
V de viçosa
vigorosa.
Virtuosa, de valor
excelente.
Excelente mulher.
V de viva, criativa e
eficaz. Sábia
edificadora de seu lar.
Mulher de vida múltipla
em funções que só o
senhor capacita.
Mulher V, mulher
de Deus!

Lamento



Cada vez que te percebo trancado por dentro,
sem ter deixado a chave comigo...
o coração me dói!
O meu olhar perde o brilho e quando olho à frente,
vejo um caminho tão longo!
Porque então te fazes só, e me deixa só.
E eu só posso lamentar, por não poder
brincar de esconde-esconde, de picula, ou sei lá mais o quê!
A gente podia fazer do caminho, uma diversão. Uma
oportunidade de comungar nossos eus;
Mas você, você tá tão distante!
Será que não soube me mostrar, me doar, me fazer presente?
Ou será somente, que a vida quis,
machucar nós dois?
Mas digo agora, que haverá sempre tempo de recomeçar!
E que estou aqui. Não sou boa com as palavras
ou talvez as minhas, não cheguem ao teu coração!
Mas eu te amo. Eu te amo. E oro para que você encontre:
Amigos, amores, sabores e verdades! Tuas verdades.
E rogo ao soberano, que em poucos anos, a FELICIDADE
seja a marca, o aprndizado final!

Para que serve escrever?

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Alguns até dizem que escrevo bem.
Mas eu não sei o grau de estrabismo
ou miopia que o povo tem.
Sei que escrevo.
E escrever me faz bem.
Substitui o pscicólogo,
a psiquiatra ou psicanalista
que eu precisava.
Eu não sei se sei.
Só sei que preciso.

Bem aventurados os viciados

A leitura me fascina e me transporta
para lugares altos.
Posso me esconder daqui.
A leitura é uma droga boa.
E não prejudica. Mas vicia.
Bem-,aventurados,porem,
são os viciados em leitura, pois
deles é o mundo encantado
das palavras que cria e recria
outros mundos!

Bom começo

Nunca consegui fazer dieta.
Preciso emagrecer e nada.
Revolto. Inverto.
 Como demais.
E mais que como
choro a desesperança.
E todo dia igual, recomeço.
Já é um bom começo!

O que fazem as palavras

As palavras me fascinam
As palavras me recriam
as palavras me derrubam
as palavras me fogam
as palavras me acariciam
as palavras me matam.
Palavras me renascem
E me possuem.
E me instruem.
E me seduzem.
Palavras me fazem
palavras!
"Pa lavra o coração"
E me refazem!

Escrever

Escrever é o que me salva.
Porque posso gritar no silêncio.
Escancarar a minha dor.
E depois aquietar-me
como se tivesse tomado um calmante.
Sou amante da escrita!

.....

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Hoje eu não sei o que me dói mais,
se palavras ou silêncio.
0 si sozinho não faz melodia...
já o SOL!

Tecnologia do Blogger.
 
any, a poetisa © Copyright | Template By Mundo Blogger |